Minha mãe foi quem me confortou:

“Vivi,

Às vezes, pode parecer que não presto atenção ao que acontece. Não sei escolher palavras tão bonitas como você e esse Caetano sabem, mas isso não significa que eu não esteja acompanhando, sofrendo e rezando por vocês.

É pecado? É. Mas é amor. Se ele for fazer você feliz, lute. Já teve muitas perdas!

Entendo o lado desse rapaz. Ele tá apaixonado só que não sabe o que fazer.

Filha, você deve ter feito bem pra ele, sem dúvida. Acontece que ele precisaria de muita coragem pra assumir tudo isso.

É pecado, mas não se sinta culpada. Você é uma menina do bem, que anda com os pés o chão e também não escolheu se apaixonar por ele.

Depois do seu casamento que – sou sincera – não foi feliz, de ter conhecido meia dúzia de rapazes e aparecer logo um Caetano Veloso, quem não se apaixonaria? Eu só largaria um Caetano se aparecesse Chico Buarque na minha vida.

Li os textos que você mandou, chorei – você sabe que sou manteiga derretida – e sofri junto com você. Com ele também.

Se pelo menos fossem maçãs, filha, talvez seria mais fácil. Só que você foi arranjar logo melancias! Tem de ter paciência!

Sei que opinião de mãe não importa, que os filhos depois de certa idade já sabem tudo. Mas, se quiser um palpite, fale com ele se for fazer bem pro seu coração.

Vou acender uma velinha pra Deus iluminar o caminho de vocês.

Mamãe”

 

(Extraído de “Confissões de uma Jovem Viúva”, Capítulo “Uma torcedora para nós”)

Ainda não comprou o livro? 😱😱😱 Vai lá na Amazon! #autora #mãe #portasabertasivycassa #ivycassa #amordemãe #mãesqueincentivam #leiamulheres #literaturafeminina