“Abri a porta e dei de cara com aqueles cabelos afrodisíacos de Caetano, usando um terno escuro e um restinho de perfume. Cumprimentamo-nos formalmente, como dois colegas “de mercado”, pois ele estava com um jeito esquisito. Estávamos fingindo que eu não estava usando um robe e que ele não estava na minha casa para fazermos o que sabíamos que ele tinha vindo fazer. Lembrei-me de uma cena de Anos Incríveis, em que o memorável Kevin Arnold chega à casa da Winnie Cooper com um urso de pelúcia do tamanho de uma capivara, mas ela está com um namoradinho. Eles iniciam uma conversa maluca e nada de mencionar o urso, até que ele vai embora com o urso no meio das pernas, digo, o rabo. Meu robe era o nosso urso. Nosso relacionamento era o urso.”

(Confissões de uma Jovem Viúva – lançamento dia 16/03, às 15h, em São Paulo, por Ivy Cassa)